Adicionar ao carrinho

O ÍMAN DO AMOR - VENCEDOR DO PRIMEIRO MÊS DOS CASAMENTOS À BEIRÃO 2019

Os noivos sentem-se ainda mais alegres porque o passatempo Casamentos À Beirão (http://casamentos.licorbeirao.com) está de regresso. O ano passado correu tão bem que, se este ano não houvesse, os enlaces até aconteceriam na mesma, mas não era a mesma coisa!

E já apurámos o vencedor de abril. Muitos parabéns, Rúben, a tua história convenceu-nos e és o primeiro vencedor de 2019!

Os nossos fãs continuam a surpreender-nos com tantas participações que nos enchem de mimos e provam que o Licor Beirão é mesmo a bebida dos momentos especiais!

A única parte difícil é escolher apenas uma participação vencedora por mês entre tantas, tão apaixonadas e divertidas.

De resto, não se esqueça: quem se inscreveu e não ganhou ainda o pode fazer. No próximo mês anunciamos um novo vencedor e não precisa de submeter nova participação.

Se ainda não participou, não perca a oportunidade!

A HISTÓRIA VENCEDORA

Ora olá, olá, eu sou o noivo, o Rúben. Sou doido por Beirão, não tanto como a Joana, mas sou capaz de chegar lá um dia!


Resumindo, eu venho por este meio contar a minha história com a noiva!


Faz 6 anos que eu estive a trabalhar até de noite. Saí do trabalho e, ao lado da minha casa, havia um baile de verão, que são os melhores (por acaso este foi o melhor da minha vida). Era a noite do Beirão! Maravilhoso. Lá fui eu cansado, mas com sede, claro. Precisava do meu licor para recuperar de um dia  tão cansativo de trabalho.

Chego à festa, tudo com o seu copinho na mão e eu ainda sem nenhum. Dirigi-me ao bar para pegar o meu...

Olho para o lado, enquanto espero, e vejo uma miúda, linda, com uns olhos castanhos claros grandes, cheia de brindes (inclusive um bigode do Beirão e ela, por acaso, ficava mesmo bem gira com ele) e copos, muitos copos! Graças a vocês posso dizer que não me faltam copos em casa!

Fiquei encantado, ou melhor, apaixonado, mas fui à minha vida (uma miúda daquelas deve ter atrelado, pensei eu!) e lá fui ter com o meu grupo de amigos. Surpresa das surpresas, ela também estava lá e acabou por se meter comigo. Tentou roubar-me a chave do carro. Precisava de ajuda para levar os copos até casa, dizia ela..

Depois de uns belos minutos/horas a conversar e de me encantar mais um bocadinho pelos seus olhos grandes, fiquei oficialmente rendido ao seu encanto.

Sempre que saiamos, tínhamos de ir ao Beirão.

Quando finalmente fomos viver juntos, a primeira coisa que comprámos para a nossa casa foi o Beirão para brindar e dar sorte na nossa nova vida.

Posso dizer que, graças ao Beirão e aos seus brindes, conheci a paixão da minha vida. Cada dia que passa, fico e estou mais apaixonado.

Vamos casar (finamente) e o pedido de casamento foi feito com uma garrafa de Beirão. Nada de anel! (ela gostou bastante, como podem imaginar)

Já temos quinta para o enlace e a única coisa que pedimos é que tem de haver Beirão à discrição para os nossos brindes! À entrada na quinta e no corte do bolo vai ser obrigatório o Beirão, visto não gostarmos muito de champanhe.

 

Participo para tentar ganhar as miniaturas para a minha mulher, que tem os olhos grandes castanhos mais lindos que eu já vi na minha vida, para oferecer aos nossos amigos e convidados, o nosso íman do Amor, na nossa data tão especial.  


Com os melhores cumprimentos,


Rúben, o apaixonado


Ver todas as entradas no blog

Partilhar esta publicação