À conversa com... Mário Valério! – Loja Licor Beirão
Adicionar ao carrinho

À conversa com... Mário Valério!

À conversa com...

“O Beirão já é uma imagem de Portugal, como a Amália e o Eusébio.”

Mário Valério tem 51 anos e sempre quis ser barman, profissão que desempenha desde os 28 anos e que tem tradição na família Valério. Apaixonado pela partilha de conhecimento, Mário também dá formação e foi responsável pela master class de Beirão no grande Porto. O autor do cocktail “Templo Mayor” - que faz parte do livro Cocktails de Assinatura Licor Beirão – confessa-nos que “a interação com os clientes e ver a satisfação deles depois de provarem os cocktails” é o melhor do seu trabalho. Nesta conversa, com este experiente profissional, houve espaço para falar do trabalho atrás do balcão, de cocktails e clientes e, claro, do Licor de Portugal, que Valério considera “muito mais que uma bebida da moda”, porque “é intemporal e consegue ser transversal a todas as épocas e faixas económico-sociais”. O Barman sugere-nos uma forma especial de saborear um Beirão: na forma de Beirão Sour com duas gotas de Bitter de Laranja! Quem é que alinha?

Nome: Mário Alberto Sampaio Valério.

Idade: 51 anos.

Onde é que vive? Braga.

Onde é que trabalha? Mr. Ms. Bartender.

Mário Valério à conversa com o Licor Beirão

Nasceu numa família com fortes tradições na Hotelaria. O seu pai, para além de ter sido proprietário de vários negócios hoteleiros em Vila Nova de Famalicão, também foi bartender profissional. Sempre quis ser bartender? Cresci dentro da hotelaria e durante vários anos andei nesta área, por força dos negócios familiares. Mas andei também por outras áreas, como fábricas texteis ou serralharia, até que voltei aos bares por volta dos 28/29 anos e assumi, como profissão, ser bartender. É no mundo dos bares que me sinto completo a nível profissional, fazendo o que gosto.

Já foi gerente de vários bares. Na sua opinião, qual é o segredo para manter a qualidade e o sucesso de uma casa e os clientes satisfeitos? A qualidade do serviço prestado, a humildade, a alegria e, acima de tudo, pensar como o cliente. Ter sempre atenção aos preços, à qualidade e à variedade dos produtos que servimos.

Também dá formação. Gosta de ensinar? Como é que são os jovens que chegam, hoje, às escolas à procura de formação no mundo dos bares? O gosto pela partilha de conhecimento sempre foi uma das minhas principais características. Sempre gostei muito de partilhar, com quem me rodeia, os meus conhecimentos e experiências. Os jovens, que chegam até nós, são bastante curiosos e têm muita vontade de criar e recriar. Nas nossas formações apercebo-me de que eles chegam sedentos de conhecimentos e, ao mesmo tempo, cheios de ideias que acabam muitas vezes por surpreender.

Foi responsável pelas master class de Beirão no grande Porto. Como é que correu? Correu bastante bem! Os participantes acabaram por ficar surpreendidos com a versatibilidade do Licor Beirão na cocktelaria e perceberam que este produto pode ser usado muito além da sua apresentação simples ou como Caipirão.

 

É autor do cocktail “Templo Mayor”, que faz parte do livro Cocktails de Assinatura Licor Beirão. Em que é que se inspirou para a criação deste cocktail? Esse cocktail resulta de um conjunto de ideias soltas. Associámos, num mesmo cocktail, a Tequila - bebida feita a partir da Agave, uma planta suculenta originária do México – e o Licor Beirão, resultado de uma vontade de fazer uma homenagem ao povo azteca. O próprio nome da bebida faz essa ligação histórica.

Este cocktail mistura a tradição do Licor de Portugal e o exotismo das frutas exóticas, da tequila e da pimenta da Jamaica. Este “casamento” entre o tradicional e o exótico é uma fórmula de sucesso? Sim, cada vez mais existem os chamados twist de cocktails clássicos com as novas tendências do mundo da cocktelaria.

Trabalha como barman há mais de vinte anos. O que é que gosta mais no seu trabalho? A interacção com os clientes e ver a satisfação deles depois de provarem os cocktails.

O seu trabalho leva-o a viajar com frequência. Qual é a imagem que as bebidas portuguesas têm lá fora? Onde fui acabei sempre por ser confrontado com o famoso Vinho de Porto, os vinhos portugueses e, claro está!, o Licor Beirão. Principalmente nos países onde a comunidade portuguesa está mais presente, pois os nossos emigrantes têm esse cuidado, de divulgar os produtos portugueses nos países onde vivem.

Mário Valério, barman

Na sua opinião, o que é que diferencia o Licor Beirão das outras bebidas? O Licor Beirão é muito mais do que uma bebida da moda. É intemporal e consegue ser transversal a todas as épocas e faixas económico-sociais. O Beirão já é uma imagem de Portugal, como a Amália e o Eusébio.

Qual é a sua forma preferida de beber Licor Beirão? Gosto muito de beber Licor Beirão na forma de Beirão Sour com duas gotas de Bitter de Laranja.

Em que é que se inspira para a criação dos seus cocktails? A inspiração vem de muitas coisas: o cliente, o ambiente, a música... Tudo acaba por influenciar a criação de um cocktail.

O que é que os portugueses mais pedem quando vão a um bar? Ficam pela cerveja ou já começam a arriscar experimentar cocktails mais elaborados? Depende muito da casa. As cartas de cocktails são um apoio importante pois, sendo apelativas e criativas, os clientes acabam por ter curiosidade e pedir. A venda de um cocktail mais complexo depende muito da cumplicidade do bartender com o cliente.

Mário Valério em entrevista ao Licor Beirão

Costuma contar aos clientes as histórias em torno dos diferentes cocktails? Eles perguntam? Querem saber mais? Sim, aquando da elaboração dos cocktails e gins, acabo sempre por explicar aos clientes a origem ou os nomes. Eles querem sempre saber mais.

Se um cliente lhe pedir uma sugestão, qual é a melhor forma de beber Licor Beirão nesta estação? Tento sempre sugerir os cocktails que estão no nosso livro. Claro que tenho mais tendência a sugerir o Templo Maior, ou não fosse uma criação minha!

O melhor sítio para um Beirão ao final da tarde: Qualquer sitio é bom para um final de tarde com Licor Beirão, junto dos nossos amigos.

Obrigado, Mário! :) 

--

És barman ou trabalhas nos mundo dos cocktails? Subscreve a nossa newsletter e não percas as novidades!

Local de trabalho 

Ver todas as entradas no blog

Partilhar esta publicação